seletiva internet - parceiro

Samuel Ribas, o vice desejado pelos apoiadores de Celso Góes

Quinta-feira, 20 de agosto de 2020

Quanto mais se aproxima a data final das convenções (dia 15 de setembro) em que os partidos definem seus candidatos a prefeito, mais estreitos ficam os caminhos para as decisões internas sobre quem serão os escolhidos. No lado da Prefeitura, são crescentes as especulações de que uma possível escolha do bioquímico Celso Góes (Cidadania) teria como vice o advogado Samuel Ribas (PSDB), sob as bênçãos do parente Fernando Ribas Carli (PSD) e do atual prefeito, Cesar Silvestri Filho (Podemos). Esta é a chapa dos sonhos dos apoiadores de Celso Góes, trazendo o espólio eleitoral de Carli e afastando, pelo menos momentaneamente, uma candidatura do ex-prefeito. Há insistentes rumores segundo os quais o acordo já estaria sacramentado.

A reação de Itacir Vezzaro a uma possível indicação de Celso Góes

O grupo do vice-prefeito Itacir Vezzaro (Podemos), pré-candidato a prefeito em Guarapuava, está dando mostras de que continua firme e forte.  Uma possível indicação do bioquímico Celso Góes (Cidadania) como o preferido do prefeito Cesar Silvestri Filho (Podemos), conforme divulgado pelo #ParanaCentral, provocou reação imediata dos apoiadores de Vezzaro. A hipótese de Góes ser candidato tendo na vice o advogado Samuel Ribas, que seria indicado pelo ex-prefeito Fernando Ribas Carli, ganhou corpo entre um contingente de pessoas muito próximo a Cesar Silvestri Filho.

Nas redes de WhatsApp, o clima pegou fogo, principalmente entre os incentivadores da candidatura de Vezzaro. Eles acham que o vice-prefeito está mais preparado que Celso Góes, tem uma longa folha de serviços prestados à comunidade e é do mesmo partido que o prefeito. Celso Góes, no entanto, está filiado ao Cidadania, da deputada estadual Cristina Silvestri. Para os líderes, tanto um quanto outro está em condições de ser candidato, pois são ex-secretários e foram indicados por Cesar Silvestri Filho. Na véspera da indicação de quem irá representar o grupo que está no poder, atua-se para manter a calma e a união.

Comentários