seletiva internet - parceiro

O não definitivo de Fernando Carli. Será?

Domingo, 06 de setembro de 2020

Só um milagre – e eles existem – colocaria a candidatura de Fernando Ribas Carli nas eleições municipais deste ano.  O ex-prefeito já sinalizou para os correligionários do PSD que o advogado Samuel Ribas irá representar o partido, ocupando a vice do futuro candidato Celso Góes (Cidadania), com as bençãos do prefeito Cesar Silvestri Filho (Podemos) e da deputada estadual Cristina Silvestri (Cidadania).

Ribas Carli passou as últimas semanas sob pressão ostensiva de emissários do Palácio Iguaçu para ser o cabeça de chapa. Apesar de Celso Góes ter desbancado o vice-prefeito Itacir Vezzaro (Podemos) na disputa interna no Paço Municipal, com apoio do grupo que circula na órbita de Cesar Filho, há uma dúvida cruel se o escolhido oferece as condições necessárias para convencer a todos de sua viabilidade eleitoral.

Perguntado se está pronto a assumir a candidatura, numa situação de contingência, a última palavra de Fernando Ribas Carli é “não”. Ex-prefeito por três mandatos, deputado federal, deputado estadual, secretário de Estado, ele entende que já cumpriu sua missão como homem público. Além disso, contribuiu para a eleição de dois filhos à Assembleia Legislativa – Fernando Ribas Carli Filho e Bernardo Ribas Carli.

Com o secretário de Estado Sandro Alex, em recente evento em Guarapuava

Fernando Carli, com o secretário de Estado Sandro Alex

Só agora, dois anos após ao acidente fatal de Bernardo, é que Fernando conseguiu retomar uma leve rotina de atividades políticas, participando de inaugurações, entre elas a do Hospital Regional, que leva o nome do filho falecido. O ex-prefeito tenta se adaptar à normalidade, mas o que lhe move é a rotina de empresário do setor madeireiro e de comunicação, a chegada da netinha, filha de Carli Filho, a vida de família ao lado da ex-primeira-dama Ana Rita.

Para a política, basta-lhe os bastidores, como dirigente municipal do partido do governador Ratinho Junior.

E se Celso Góes não decolar, não conseguir ser convergente, estaria Ribas Carli disposto a abdicar da tranquilidade familiar para o sacrifício eleitoral? O ex-prefeito prefere acreditar que sim, Celso Góes irá surpreender. Ademais, ele se apega na tese de que milagres existem.

 

    Comentários