Guarapuava agora tem EstaR Digital

Usuário pode fazer recarga do valor que quiser

Segunda-feira, 01 de junho de 2020

A partir desta segunda-feira (1º), o EstaR (Estacionamento Regulamentado), em Guarapuava, ganha a versão digital para receber do usuário. Com o aplicativo, a pessoa ativará a vaga em qualquer tempo, só pagará pelo horário que utilizar e poderá manter uma carga de créditos de acordo com sua vontade,

Todos so serviços do EstaR estarão disponíveis em qualquer celular e funcionarão da seguinte maneira:

– Quando o usuário chegar ao local desejado, deverá acionar no aplicativo que está naquela vaga

– A primeira meia hora é paga e depois disso, a cobrança será de 15 em 15 minutos. Dessa forma, se o usuário ficar menos de uma hora, o aplicativo devolverá o valor não utilizado para ser usado na próxima vez que estacionar

– Quando estacionar, é preciso ativar no aplicativo e quando sair, é preciso encerrar a utilização. O EstaR Digital avisará que o tempo de permanência na vaga está acabando ou que é preciso colocar mais crédito para continuar usando

Agora, é possível comprar créditos pelo cartão de crédito no aplicativo ou com os agentes do EstaR nas ruas da cidade, que também aceitam em dinheiro. Se o pagamento for em dinheiro ou cartão de débito, as recargas podem ser feitas nos postos de venda do EstaR na rua XV de Novembro, ao lado do Café da XV, em frente ao Shopping Maria Antônia, e na Setran, que fica anexa à rodoviária.

Para quem preferir, o bloco de papel do Estar continuará valendo normalmente.

“Nossa atuação é para facilitar o processo de compra de crédito, regularização de multas e localização de vagas. Vamos agilizar o trabalho dos agentes, que irão registrar e acompanhar toda a movimentação pelo sistema, dando mais fluidez ao tráfego e contribuindo para a organização na região central da cidade”, afirmou o secretário de Trânsito e Transportes, Adalberto Campos. “Toda a equipe já passou por um treinamento prático do uso da ferramenta digital e estará à disposição dos guarapavanos para orientações do serviço nesse processo de adaptação com o sistema online”, finalizou o secretário.

Comentários

-->