Geral > SEGURANÇA

Filas em pedágios e riscos de acidentes, o "calvário" de quem saiu para o feriadão

Muito cuidado na hora de ir e de voltar

29/03/2024

O feriadão de Páscoa chegou e o plano de dar uma esticadinha até um local de passeio reserva muitos cuidados para quem pega a estrada.

O trecho da BR-277 em Guarapuava é um dos mais perigosos, segundo demonstram as estatísticas. A Serra da Esperança, que torna a descida ou subida mais lentas por parte dos caminhoneiros, leva muitos motoristas a ultrapassagens perigosas. 

Com exceção do perímetro urbano de Guarapuava, o restante da 277 no Centro-Sul não tem duplicação. 

Os motoristas precisam de atenção redobrada e muita paciência, principalmente agora com a volta do pedágio. A maior praça no acesso à Curitiba é a de São Luiz do Purunã, e, também, a mais demorada, com longas filas.

O contrato com as concessionárias, de 30 anos, prevê a duplicação. Mas até agora, só tapa-buracos.

    ;

    Últimas Notícias